• 12 de julho de 2020

Quase 8 quilômetros de ciclofaixas são revitalizados em Águas Claras

Vias para a circulação de bicicletas estão com cara de novas, após investimento em repintura

Quando as recomendações de isolamento social acabarem, os ciclistas de Águas Claras vão se deparar com ciclofaixas com caras de novas. O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) revitalizou a pintura nos 7,8 quilômetros de via para a circulação de bicicletas nas avenidas Araucárias e Castanheiras, utilizada por cerca de três mil pessoas.

As pinturas das sinalizações horizontais nos dois sentidos de ciclofaixas foram executadas, com demarcações brancas e vermelhas em toda a extensão, com com 1,5 metro de largura que garantem espaço exclusivo para os ciclistas nas avenidas. Segundo o Detran, a ação faz parte do contrato que engloba toda a sinalização feita no DF. Até março deste ano foram investidos R$ 417.725,81 na gestão das atividades de sinalização horizontal e vertical na capital.

Servidora do Detran, Lúcia Bandeira é executora de contrato. Ela conta que o trabalho foi realizado por equipes da empresa contratada, vencedora da licitação.

“A própria população pediu pela revitalização. Seguimos critérios para chegar a cada região com as manutenções. Em Águas Claras, só não foi antes por causa das chuvas. Agora, aproveitamos o bom tempo e as ruas mais vazias”, explica.

O servidor público Alex Santos, de 42 anos, viu a pintura ser feita direto da janela do apartamento, na Rua 19 Sul. “Desde que mudei para cá, há oito anos, tenho o costume de fazer o máximo possível na cidade de bicicleta e as ciclofaixas permitem que isso seja feito com segurança”, diz.

Para ele, é acertada a decisão de fazer revitalização enquanto a orientação é de que a população faça isolamento social. “As ruas estão vazias, tanto de ciclistas quanto de veículos, então o impacto é bastante reduzido. Quando todos pudermos voltar à vida normal, encontraremos tudo com pintura nova. Isso é ótimo”, opina.

Administrador de Águas Claras, Francisco de Assis da Silva destaca a importância das passagens exclusivas para os ciclistas na cidade. “As faixas são importantes para incentivar o uso de transporte não motorizado e está entre as principais soluções sustentáveis para desafogar o trânsito e reduzir o impacto ambiental”, ressalta.

Conceitos
A ciclovia é constituída de pista própria, separada fisicamente do tráfego geral.

Já a ciclofaixa é uma faixa exclusiva para circulação de bicicletas, delimitada por sinalização específica, mas que usa parte da pista ou da calçada.

(Jéssica Antunes, da Agência Brasília. Foto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília)

DÉLIO ANDRADE

Leia Anterior

Dia das mães na quarentena vai exigir mais criatividade na hora de comprar o presente

Ler Próximo

Copom reduz Selic para 3% ao ano

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *